Onde está a gentileza, o respeito e a educação?

Crédito: stocksnap.io
Olá, pessoal!

Vou relatar o que me levou a criar este post.

“A vida é uma grande universidade, mas pouco ensina a quem não sabe ser um aluno...” 
{Augusto Cury}

#1: Entro no ônibus estou atrasada. Veículo lotado, quase não dá para respirar. Com um 1 metro e 54 centímetros procuro um lugar (espaço) para me apoiar. Estou quase caindo, um rapaz me olha. Avisto uma alça. O rapaz me observa novamente e sem que eu diga algo puxa a alça em minha direção. Consigo alcança-la. Sorri e agradeço. Ufaaaa, mais segura!
Quero registrar aqui um ato simples chamado: gentileza. Tão simples e pouco praticado.

#2: Estou com minha filha e entramos no ônibus, um assento amarelo está disponível. Peço que se sente e permaneço em pé. Há outros assentos ocupados por uma gestante e um rapaz. No próximo ponto entra um senhor, olho para o rapaz esperando uma atitude. Ele me olha e não esboça reação. Então, peço que minha filha se levante e o idoso senta. Maria me segura pela cintura, o senhor se oferece e segura nossas mochilas. Minha filha pergunta: porque levantei? Aproveito a deixa para dizer em bom tom "porque devemos ceder lugar para gestantes e crianças de colo, idosos e pessoas com deficiência." Isso é educação e respeito. O rapaz me olha e levanta,  gira a catraca e vai para trás.
Fica a pergunta: Porque educação e respeito não podem ser espontâneos?

No dicionário:
Respeito: ato ou efeito de respeitar(-se); consideração, reverência.
Gentileza: qualidade ou caráter de gentil; ação nobre, distinta ou amável
Educação: ato ou processo de educar(-se); desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano; pedagogia, didática, ensino.

Minhas observações:
Educação se aprende. Você evolui e transforma o seu modo de vida.
Lembra do bom dia!, com licença, obrigada? Pratique.

Respeitar é se colocar no lugar do outro.
Do que serve ser arrogante com as pessoas. Você gosta quando te empurrar no transporte público? Analise.

A gentileza é espontânea, ela surge de você. Ninguém te obriga a ser gentil.

Será que estamos praticando essas boas ações em nosso dia a dia?

Não se esqueça:
Você foi condicionado a ser, todavia pode escolher permanecer ou mudar.

Comentários

  1. Nossa vida é feita de escolhas. Infelizmente muitos escolhem o caminho do egoísmo e da falta de amor. Nosso desafio é refletir amor para abrir os olhos das pessoas e ajudar nas suas escolhas. bjs Camila Vaz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Camila!
      Obrigada pelo comentário. Concordo com você.
      Beijos.

      Excluir
  2. Oi Di! Esses são dois exemplos corriqueiros de como podemos fazer coisas simples para ajudar e de como podemos ignorar o direito de uma pessoa que precisa mais do que a gente. Enquanto a sociedade se preocupar com coisas supérfluas, vamos continuar nesse mundo à mercê da falta de educação e gentileza alheios. Que Deus nos livre de tomar isso como atitudes nossas também! Bjos!

    www.bloggihmedeiros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gih!
      É, precisamos observar nossas atitudes para não fazer com as pessoas aquilo que não desejamos para nós.
      Obrigada pelo comentário.
      Beijos.

      Excluir
  3. Excelente texto! Também penso muito nesse tema, infelizmente muita gente para que desaprendeu a ser gentil, educado. A cada dia as pessoas estão mais frias, grossas, e ofendem os outros sem a menor preocupação.
    Mas ainda bem que ainda existem aqueles que não perdem a essência da bondade, da educação e do respeito.
    Parabéns pela postagem, beijos!
    Tamara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que temos algumas exceções. Obrigada pelo comentário, Tamara.

      Excluir
  4. Boa Dih, devemos sim ser gentil com o nosso próximo. Sabe tem uma palavra que se encaixa nisso tudo, AMOR. Jesus nos ensinou a anar o nosso próximo e esse er o maior exemplo de gentileza, educaçao e respeito. Ótimo post minha flor.

    www.ocristaocriativo.com
    @cristaocriativo (twitter)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Plínio!
      Você tem razão. Amor expressa muito bem gentileza, educação e respeito. E Cristo foi o maior incentivador desta prática.
      Beijos.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Eu Orei

5 - Livros que só pelo título você leria

Músicas da Semana #11